fbpx

Negative Space - 6 dicas para o utilizares eficazmente

O que é o Negative Space?

No design gráfico, o Negative Space refere-se à área vazia ou não preenchida de uma composição visual. É a ausência de elementos ou informações visuais deliberadamente colocadas num design. O negative space atribui ao layout uma maior facilidade de interpretação e mais espaço para respirar entre os elementos gráficos. Não só define os limites dos objetos, como também cria a relação necessária entre eles.

 

Ao contrário do que o nome sugere, o negative space, ou espaço negativo, não precisa de ser necessariamente preto ou branco, pode ser qualquer cor. Este pode estar presente entre objetos, à sua volta ou mesmo no seu interior, criando, assim, uma relação entre os elementos visuais.

 

Por este motivo, o negative space é uma ferramenta e técnica legítima de design de grande impacto na experiência do utilizador.

O espaço negativo no design gráfico é frequentemente visto em logótipos, ilustrações e pósteres, onde se torna parte ativa da apresentação visual, tornando os principais objetos ainda mais expressivos. Por exemplo, na ilustração abaixo, podemos ver duas perspetivas diferentes criadas a partir da utilização do negative space. Se nos focarmos mais na cor preta iremos ver um tubarão enquanto que se nos focarmos mais na parte clara da composição conseguiremos ver um pé na boca do tubarão, criando, assim, um paralelismo ou dualidade de interpretações.

Diferença entre espaço branco e negative space:

No design, “espaço em branco” e “negative space” referem-se a conceitos semelhantes no entanto, têm leves diferenças entre si.

 

O espaço em branco, refere-se às áreas de uma composição que não têm elementos visuais, como imagens, texto e outros elementos gráficos. Este  pode ser tanto uma área completamente vazia, como ter um fundo de cor sólida ou uma textura subtil. Este desempenha um papel fundamental no design ao fornecer equilíbrio visual, organização e legibilidade. O espaço em branco ajuda a separar e a agrupar elementos, criando uma hierarquia e permitindo que os olhos do utilizador descansem entre os elementos visuais.

Por outro lado, o negative space refere-se à área à volta e entre os elementos visuais de uma composição. É o espaço vazio que surge naturalmente entre os objetos e elementos gráficos. O Negative Space é uma parte essencial do design, pois  influencia a forma como interpretamos a composição. Este ajuda a definir e a relacionar o espaço e a estrutura da composição, dando assim equilíbrio, ritmo e fluidez visual. O negative space pode ser moldado intencionalmente para criar formas ou criar uma sensação de movimento, ou ainda direção dentro de uma composição.

Importância e vantagens de usar Negative Space no design gráfico:

A utilização do Negative Space é uma técnica eficaz para criar uma sensação de organização, clareza e simplicidade no teu design. Este ajuda a direcionar o foco do utilizador para os elementos importantes, permitindo que eles respirem e se destaquem na composição.

 

Imagina uma mesa de trabalho cheia de livros, canetas, folhas, canecas, roupa, etc. Manter a concentração ou encontrares alguma coisa que procuras, nesta mesa, ia ser muito difícil ou quase impossível. O mesmo se aplica à observação de uma composição. O consumidor sentir-se-ia confuso e incapaz de interpretar a mesma, pois iriam existir tantos elementos visuais que seria difícil manter o foco no elemento principal.

 

Com isto podemos enumerar vários aspetos que tornam o Negative Space um fator tão importante:

• Facilita o UX de uma página;

• Melhora a hierarquia visual;

• Torna a ligação entre os elementos mais nítida e possibilita que estas sejam naturalmente percebidas;

• Dar espaço suficiente na página para que a composição não se torne confusa;

• Guia o foco do utilizador para os elementos principais da composição;

• Acrescenta estilo e elegância à composição.

3 fatores influenciados ao utilizar o negative space

1 – Legibilidade

Se não houver espaço suficiente entre os objetos gráficos, a leitura torna-se difícil e exige um maior esforço. Uma quantidade adequada de negative space, resolve este problema e torna o processo mais natural. Ou seja, o espaço negativo influencia diretamente na eficiência da tipografia na página. E, utilizado corretamente, facilita a leitura do texto.

2 – Branding

Ao observar qualquer logótipo, é notável que os designers definem a quantidade indicada de negative space em volta e entre os elementos do mesmo, para que este seja percebido corretamente. Ao quebrar essas regras não estamos a garantir o máximo desempenho visual possível.

3 – Relação de atenção

A utilização de negative space melhora a hierarquia visual e permite que os utilizadores se concentrem mais nos elementos principais da composição.

6 dicas para utilizares eficazmente o negative space:

1 – Simplifica

O negative space funciona melhor quando a composição é simplificada. Reduz o número de elementos e mantém apenas aqueles que são essenciais para a mensagem principal do design. Isso ajudará o negative space a ter um impacto mais forte e a criar uma sensação de equilíbrio e harmonia.

2 – Cria formas

O espaço negativo pode ser usado intencionalmente para criar formas ou silhuetas interessantes. Ao planear a disposição dos elementos visuais, presta atenção ao espaço vazio e procura oportunidades para que ele assuma uma forma visualmente interessante. Essas formas podem adicionar mais significado e dinamismo à composição.

3 – Destaca os elementos principais

O negative space pode ser usado para destacar os elementos principais do teu design. Ao dar mais espaço ao redor de um elemento específico, estás a direcionar a atenção do visualizador para ele, tornando-o mais proeminente e fácil de ser notado. Isto é especialmente útil em logótipos, onde este pode ajudar a criar uma forma interessante e assim, ter algo para além de um simples logótipo.

4 – Cria equilíbrio

O espaço negativo desempenha um papel fundamental no equilíbrio visual. Certifica-te de que distribuis o espaço vazio de maneira equilibrada em torno dos elementos visuais. Isso pode ser feito ao ajustar o tamanho, a posição e a proximidade dos elementos para criar uma composição equilibrada e agradável.

5 – Legibilidade e clareza

O negative space pode melhorar a legibilidade e a clareza do teu design, especialmente em layouts de texto. Ao fornecer o espaço suficiente entre as linhas de texto, parágrafos ou entre os elementos de uma interface, irás facilitar a leitura e a compreensão do teu conteúdo.

6 – Cria um ritmo e direção

O negative space pode ser manipulado para criar ritmo e direção dentro de uma composição. Ao alinhar os elementos visualmente em relação a este, podes criar um trajeto natural para os olhos do espetador, guiando-os através da composição de forma intencional.

Lembra-te que a experiência e a prática são essenciais para aproveitar ao máximo a utilização do Negative Space. Testa diferentes arranjos, tamanhos e proporções para encontrar o equilíbrio visual ideal para o teu projeto específico.

Alexandre Martins

Estágio Curricular em Design de Comunicação